Lindo, divertido e econômico, o Chile pode ser o destino ideal para famílias que sonham conhecer a neve

Conhecer a neve é o sonho de muitas famílias brasileiras. Que tal, tornar esse sonho realidade e programar uma viagem para algum destino da América do Sul? A melhor época para fazer isso é entre os meses de julho a setembro, temporada de neve em destinos como Argentina e Chile.

Utilize o cupom  +FERIAS35 e ganhe 35% de desconto no Seguro Viagem Allianz. Cupom válido até o dia 31 de julho de 2018

Seguro Viagem Allianz com desconto

Se você pretende realizar seu sonho ainda esse ano e se divertir nos cenários exuberantes cheios de gelo, dá tempo. Confira algumas dicas de viagem da linda família da Agnes Peterka, analista de e-commerce de 23 anos.

Kauê, Agnes, Laura e Thomas ao fundo

Ela realizou o desejo de levar a sua filha, a pequena Laura Peterka de Lima, de apenas um aninho, para conhecer o Chile, junto com seu marido Kauê de Lima, de 23 anos, e seu irmão Thomas Peterka, de 18 anos. Juntos eles viajaram em julho de 2017. Ficaram 10 dias no destino e gastaram apenas R$ 3.021, com passagens e hospedagem.

#DicaParaOndeFor: A dica para viajar com criança de colo e economizar no valor da passagem é verificar se a companhia aérea permite que a criança viaje no mesmo assento que o seu e fique em seu colo, assim você não precisa pagar a passagem do bebê. Mas, antes de comprar a passagem, não esqueça de verificar junto a Companhia Aérea o limite de idade permitido para levar a criança no seu colo ;).

A escolha da hospedagem também garantiu economia e conforto, já que estavam acompanhados de uma criança. “Preferimos alugar um apartamento para todos, ficamos na Rua San Isidro, próximo à estação Santa Lucia, localizada no Cerro Santa Lucia, em Santiago, um dos pontos turísticos bem visitados, no Chile”, comenta Agnes, que encontrou a hospedagem no Booking.com.

A alimentação também foi outro grande diferencial, que contribuiu nos gastos da família no destino. “Como optamos por alugar um apartamento e estávamos com uma criança de 1 ano e meio, ficamos com receio de provar a culinária local, então fomos mais a mercados, que são ótimos e tem de tudo”, comenta Agnes.

Hipermercado Subsolo – Agnes se surpreendeu com as opções de mercados e com a facilidade de encontrá-los. “Uma curiosidade legal de Santiago é que você pode caminhar por uma praça e do nada aparecer uma escada direcionada ao subsolo. Ao descer você encontra um hipermercado embaixo da terra”, se diverte contando.

Outra boa opção para a hora das refeições é o Shoppig Costanera Center, com 300 m. de altura. Nesse shopping a praça de alimentação possui área aberta com vista para a cidade. “Você pode sentar na praça de alimentação ao ar livre e aproveitar a vista. Santiago é muito amplo, então qualquer ponto um pouco mais alto você consegue visualizar tudo”, indica Agnes.

Resolvido onde se hospedar e se alimentar, agora vamos para as dicas de passeios. E não precisa ir muito longe para se divertir e descontrair em Santiago. “No Chile tem muita arte na rua, então você sempre passeia ouvindo música, para onde você olha você vê a ponta das cordilheiras, é tudo muito maravilhoso”, conta Agnes, apaixonada pelo destino.

A família programou vários passeios onde todos pudessem se divertir igualmente. “Santiago é encantador de ponta a ponta, pretendemos voltar mais vezes e em outras épocas, para conhecer alguns pontos turísticos que deixamos de conhecer nessa viagem”, confirma Agnes.

Kauê, Agnes e Laura, no Cerro San Cristóbal

Leia também:

3 destinos para curtir o fim de semana em família

Viagem em família: 3 destinos para divertir os adultos e envolver as crianças

Para Onde For indica 8 destinos para viajar (e se divertir) em família

Pontos turísticos do Chile, indicados pela Agnes:

  • Fantasilândia – É um parque de diversões com opções de brinquedos para todas as idades. A parte mais incrível é que nos brinquedos mais altos você consegue admirar a Cordilheira.

É possível comprar o ingresso direto no site, mas a bilheteria é muito tranquila!

Endereço: Av. Beaucheff, Parque O’Higgins, Santiago, Región Metropolitana, Chile

Laura, Kauê, Agnes e Thomas se divertiram o dia inteiro no parque Fantasilândia

  • Cerro Santa Lucía – Cerro em espanhol significa “morro”, é literalmente uma montanha que você pode subir a admirar a vista. O Cerro Santa Lucía não é tão alto, mas tem mirantes e canhões antigos, é um passeio muito legal para fazer no fim da tarde e admirar o pôr do sol nas cordilheiras.
  • Palácio De La Moneda – É impossível ir ao Chile e não assistir à troca de guarda, é um cerimônia muito bonita e patriota.

“Tivemos a oportunidade de presenciar a chegada do presidente da Argentina, foi um show de espetáculos, cavalaria, dança e a marcha dos soldados, tudo muito bem protegido também. Foi muito legal”, garante.

 Dica: Uma dica legal para quem tem crianças é que pode se inscrever antes e entrar com as crianças para que elas participem do evento.

Endereço: Moneda S/N, Santiago, Región Metropolitana, Chile

  • Cerro San Cristóbal – Esse sim é um ponto alto da cidade, possui cerca de 880 metros de altura, com uma vista espetacular de toda Santiago.

Para quem gosta de caminhar ou andar de bicicleta, a montanha tem pistas bem práticas.

Se preferir subir de bondinho, você tem que comprar o ingresso logo na entrada, não há pontos de vendas durante o caminho, nem se você quiser fazer apenas o caminho de volta.

“Isso foi uma aventura para nós, porque decidimos subir a pé, com uma bebê e na volta estava escuro, nos perdemos e tivemos que pedir carona. O passeio é bem atrativo, você tem um contato muito próximo com a natureza, sem contar que o tempo todo você é impactado pela paisagem incrível”, comenta Agnes.

Na montanha há também o Zoológico Nacional, com elefantes, leões, tigres e cangurus, além de muitas espécies nativas do Chile.

  • Farellones e Vale Nevado – São 40 curvas íngremes para chegar ao parque de Farellones, uma viagem em que a cada curva a paisagem se torna única. No parque Farellones há diversas opções de diversão: tirolesa, ski, ski bunda, etc.

“Sem dúvidas o melhor ponto turístico, a Laura se divertiu tanto na neve que a viagem se tornou a melhor experiência para nossa família”, encanta-se Agnes ao lembrar do local.

Mais 20 curvas acima e você chega ao Valle Nevado. “É o lugar mais bonito que já vi na vida!

É como se você se desligasse de tudo só para contemplar a maravilha da natureza, não tem muito o que fazer além de esquiar e admirar, mas vale cada segundo”, indica ela.

« 1 de 14 »

 

Dicas para viajar ao Chile: 

  1. Como viajar com criança e conseguir economizar?

 “Nosso maior medo nessa viagem era o fato de estarmos com uma bebê pequena rumo a um destino tão frio.

Por incrível que pareça ela não teve absolutamente nada! Nossa dica é que façam um planejamento com calma, para escolher a melhor época da viagem e o preço (que varia bastante, então é preciso acompanhar)

Em todas as ruas as pessoas vendem luvas, toucas, meias, cachecóis e roupas de frio no geral a um preço bem mais em conta e mesmo assim você consegue negociar com tranquilidade.

Utilizamos bastante o uber, não foi preciso baixar um novo app, ele atualiza sozinho.

A locomoção de metrô também é extremamente tranquila e fácil, há mapas e pessoas dispostas a ajudá-lo em todas as estações, me senti bem confiante em andar de metrô por lá”

  1. O que provar no destino?

Vinhos: “O preço do vinho é ótimo! Trouxemos vinho de lembrancinha para amigos e familiares. Uma dica: Enrolamos as garrafas em fraldas descartáveis caso estourassem, mas todas chegaram intactas!”

Chocolates: No Chile, tem alguns chocolates obrigatório experimentar:

  • Sahne nuss: chocolate com amêndoas (é bem famoso por lá e vende em qualquer esquina, gostamos tanto que fomos direto na fábrica e trouxemos uma caixa)
  • Super 8: é como se fosse um bis só que 10x maior! Virou o chocolate preferido do Thomas
  • Negritas: é como se fosse um alfajor mais consistente, é muito gostoso!!

Terremoto – “É uma bebida típica chilena e muuito boa! Lá nos contaram que a bebida foi nomeada terremoto, pois foi lançada no ano que houve um grande tremor de terra no país.

A bebida leva 2 bolas de sorvete de abacaxi, vinho branco, e meia dose de Fernet (uma bebida alcoólica amarga). É incrível, mas como o próprio nome diz, você precisa tomar cuidado pois embriaga com facilidade.

  1. Precisa fazer Seguro Viagem, Qual? Por que considerou importante nesse destino?

 “Com certeza! Consideramos importante o Seguro Viagem em todas as nossas viagens, não é possível viajar tranquilo sem saber que você estará amparado quando precisar.

Inicialmente, pensamos exclusivamente na Laura, mas contratamos para todos e quem precisou usar fui eu! Peguei um resfriado e fui bem atendida em uma clínica no bairro Las Condes. Contratei o Seguro Viagem Allianz”, indica.

Clique aqui e faça uma cotação no Seguro Viagem Allianz

Ao viajar com criança, leve um carrinho guarda-chuva – “Uma dica legal é que levamos o carrinho guarda-chuva da Laura, o transporte no avião foi tranquilo e conseguimos levar a Laura em todos os passeios sem que ela se cansasse e que a gente precisasse carrega-la no colo. Na parte de baixo do carrinho ainda colocamos algumas comidinhas para ir distraindo-a no caminho e foi sensacional!”, ensina Agnes.

Viu?! Não precisa gastar muito para viajar em família e conhecer a neve. Realize seus sonhos de viagens com planejamento e segurança

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS