Entre belos cenários em tons pastéis estão as tradições Suíças de Outono, com abóboras, castanhas, uvas e queijos. Confira!

Há quem diga que viajar para a Suíça no outono pode ser arriscado. A temperatura oscila bastante e existem dias que o nevoeiro encobre toda a paisagem, dificultando fazer passeios. Por outro lado, essa mesma paisagem é charmosa e recheada de tradições, como a caça e a colheita, além de diversas opões de restaurantes preparados para servir os pratos típicos, com carnes de animais selvagens, abóbora, castanha, queijos e vinhos.

No geral, os meses de outono, entre setembro e novembro, podem ser perfeitos para quem deseja viver o destino, conhecer suas tradições culturais e aproveitar uma época mais tranquila e econômica, se comparada com o verão e inverno. Para fugir da chuva, prefira setembro e começo de outubro.

O outono também é uma época muito recomendada para viagens em família, pois começam a aparecer pelas cidades os parques de diversão, com brinquedos e barraquinhas de comida e bebida. Uma das celebrações que envolvem atrações com os parques é a Feira de Outono na Basiléia, que acontece em meados de outubro. Confira neste post mais algumas das Tradições Suíças de Outono. Leia também: Suíça – Fugindo do calor em busca de frio.

A abóbora dá o tom – As cores comuns de outono – laranja, vermelho, marrom e amarelo – fazem total sentido na Suíça. Uma das tradições que começa no final de agosto anunciando a chegada do outono são as abóboras, aquelas usadas na época do halloween. Pois bem, na Suíça elas invadem supermercados e também os jornais com diferentes receitas que utilizam o fruto.

A diversidade do fruto é grande e pode ser vista em uma das maiores fazendas produtoras, a Jucker Farm, em Zurique. O local é aberto ao público, que pode comprar abóboras, entre outras frutas e verduras.

No espaço também são realizados eventos, entre eles uma exposição com várias esculturas feitas com abóboras, pelo artista alemão Pit Ruge. No site dele é possível conferir as esculturas feitas nos anos anteriores. Veja aqui.

Outro artista que expõe suas obras de arte no local é o holandês Jeroen van de Vlag. Durante o festival também há uma premiação para o agricultor que for dono da maior abóbora Suíça.

Outras atividades comuns de fazenda são oferecidas para os visitantes, como alimentar animais, subir em tratores, além de caminhar entre o campo cheio de macieiras, onde ficam três labirintos que levam a uma árvore do desejo, onde é possível fazer um pedido.

A fazenda comercializa várias iguarias, como queijos, pães, embutidos, entre outros produtos que valem a pena comprar e trazer como lembrança. É aberta ao público o ano inteiro, das 9h às 22h, com restaurante aberto tanto no almoço quanto no jantar. Veja mais informações no site oficial: www.juckerfarm.ch/erlebnishoefe/juckerhof/

Festa das Castanhas – A castanha é outro fruto típico na Suíça, um dos principais alimentos consumidos antigamente na região de Ticino, no sul da Suíça, local onde acontece a tradicional Festa das Castanhas, em meados de outubro.  Algumas apresentações artísticas, com música e dança, embalam a festa.

Ticino pode ser acessado de Zurique, Lucerna, Berna e Genebra. É a parte Italiana da Suíça, onde prevalece a língua italiana. O local é bastante atraente, margeada pelos lagos di Lugano e Maggiore.  A arquitetura renascentista e barroca contribuem para o visual. O clima subtropical contribui para o crescimento das castanhas, ciprestes, palmeiras, camélias, mimosas e magnólias.

Festa da Colheita de Neuchâtel – A festa da colheita, também conhecida como Festas da cindima, relembra a tradição da produção de vinho em todas as regiões vitivinícolas. Um das mais famosas é a de Neuchâtel, sempre no fim de setembro.

A festa começou a ser realizada apenas no século XIX, nessa época o início da Vindima era marcada pela passagem dos carros dos agricultores carregados de utensílios destinados a colheita.

Atualmente a celebração tem duração de três dias. Recitais de música, atividades para crianças e diversos desfiles de bandas atraem visitantes de todos lugares. Para encerrar há uma cerimônia com carros alegóricos enfeitados de flores e luzes.

Festa de Unspunnen – Celebrada a cada 12 anos, o esperado evento que reúne jovens e velhos em Interlake, Bernese Oberland, está marcado para acontecer entre os dias 26 de agosto e 3 de setembro deste ano.

Na festa são celebrados os costumes suíços e as tradições alpigiane Unspunnen. Os nove dias são dedicados aos moradores das montanhas, às mulheres rurais, aos atiradores de pedras, jogadores Hornuss e porta-bandeiras. Entre as atrações estão shows de músicas populares regionais, além de uma diversificada programação, incluindo partidas de esportes tradicionais suíços, como o arremesso de pedra.

Partilha de Queijos – “Chasteilet” é o nome dado a festa da partilha de queijos realizada entre os produtores no vale do Justi, nas montanhas do cantão de Berna.  Todos os anos em setembro o queijo produzido por fábricas de laticínios é distribuído entre os agricultores dos alpes suíços. O festival conta com música típica, desfile de vaquinhas decoradas e um almoço com especialidades regionais.

#DicaParaOndeFor – Ao planejar a sua viagem para a Suíça é importante contratar um Seguro Viagem. Faça a cotação do Seguro viagem clicando neste link.

Já visitou a Suíça? Conta pra gente em que época viajou para esse destino e comente como foi a sua experiência.

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS