O Para Onde For traz deliciosas opções de pratos baianos para você experimentar nas ruas e restaurantes da Bahia. Confira!

Você sabia que a Bahia foi considerada uma das melhores regiões para viajar em 2018? É o único estado brasileiro que apareceu no ranking realizado por especialistas do guia de viagens Lonely Planet. Se você ainda não conhece, inclua o destino na sua lista de opções. Se já conhece, que tal programar uma nova viagem ao destino?!

Além dos passeios e cenários incríveis de Salvador, Praia do Forte, Chapada Diamantina, Morro de São Paulo, Porto Seguro, e outros, a região oferece experiência gastronômica única.

As farinhas, os frutos do mar e a pimenta, também dão espaço para frutas tradicionais como o coco e a banana. Confira 20 pratos típicos da culinária Baiana, encontrados tanto nas ruas, como nos restaurantes das cidades.

Abará

Esse prato leva feijão fradinho cozido em folha de bananeira. Muito comum nas práticas religiosas tradicionais da Bahia. É parecido com o acarajé, porém é assado e não frito.

Acarajé

Um dos pratos mais conhecidos ao redor do mundo, o acarajé é um bolinho frito em azeite de dendê, feito com feijão fradinho. Normalmente é recheado com vatapá e pimenta. Cuidado, quando for pedir o seu Acarajé não se engane com as palavras “quente” ou “frio”. Quente significa apimentado e frio sem pimenta. 😉

Aipim cozido com manteiga

O Aipim, raiz também conhecida como mandioca em outras partes do Brasil, é muito consumido na Bahia. A receita é simples, basta cozinhar o aipim e depois, com ela ainda quentinha, adicionar a manteiga.

Amendoim torrado

Na praia ou nas ruas da cidade você vai encontrar ambulantes vendendo os tradicionais amendoins torrados, que caem bem a qualquer hora.

Arrumadinho

No almoço ou no jantar, nada melhor do que um bom prato arrumadinho, não é? Só que esse é especial e leva carne, farofa, salada e feijão fradinho ajeitados lado a lado ou em camadas, sendo que a salada fica por último, cobrindo as demais iguarias.

Baba de Moça

O doce cremoso é feito à base de leite e é muito consumido no Norte da Bahia. É parecido com o doce de leite, com algumas especiarias a mais, como o cravo e a canela. Só de olhar, dá uma vontade de comer…

Bolo de Milho

O bolo de milho é muito tradicional em outras partes do Brasil, além da Bahia. Mas quando estiver de passagem no Estado não deixe de parar em uma banca de rua e provar acompanhado de um belo café baiano.

Bolinho de Estudante

Falando em bolo, o tradicional bolinho de estudante também é encontrado nas ruas das cidades baianas. A receita leva tapioca e coco, que depois de ser amassado na mão é frito e passado no açúcar com canela.

Cana (rolete)

Quem não gosta de um caldo de cana bem docinho… Já imaginou tomá-lo direto da Cana? Na Bahia, esse costume permanece até hoje e os roletes de cana já descascados prontos para o consumo são vendidos na rua, espetados em um palito de bambu. Vale a pena provar.

Caruru

O prato é perfeito para quem gosta de quiabo, cebola, alho, castanha de caju, amendoim, camarão e azeite de dendê. Na rua é servido como uma opção de recheio para o Acarajé e o Abará. Nos restaurantes ele é servido com arroz, vatapá, ximxim de galinha e farofa de dendê.

Cocada

Uma bela cocada feita com coco fresco não tem pra ninguém. Na Bahia é facilmente de encontrar o doce. Tem opções de cocadas cremosas, firmes como a rapadura, de forno, morenas e brancas.

Cuscuz

O Cuscuz comuns da Bahia são os de milho, tapioca ou carimã. A farinha humida é colocada no cuscuzeiro e cozida no vapor.  A origem é do Norte da África.

Doce de Banana (Nego Bom)

Nego bom é o nome do doce de banana em formato de bolinha, tablete ou cilindro, passado no açúcar. Você encontra com facilidade em banquinhas de rua que vendem outros tipos de guloseimas.

Escondidinho

Na Bahia o escondidinho é feito tradicionalmente com Carne de Sol. O nome é graças a maneira de montar o prato, em que a carne fica escondida em baixo de um maravilhoso purê cremoso de mandioca.

Moqueca

Pode ser chamada de moqueca, muqueca ou, ainda, de poqueca. O cozido de peixes variados vinda da angola ganhou fama na Bahia, que oferece o prato na maioria dos restaurantes

Quindim

O histórico quindim é, na verdade, tradicional de Portugal. Mas quando os imigrantes chegaram na Bahia começaram a adaptar a receita adorada no Brasil inteiro, que  leva gemas, açúcar, manteiga e coco.

Sururu

Os caldos de sururu são muito encontrados nas ruas, em garrafas térmicas ou em restaurantes, que usam diferentes temperos, oferecendo variação de cor e textura ao caldo. O principal ingrediente é o sururu, um molusco tradicional no Nordeste, além do leite de coco e azeite de dendê.

Beiju (Tapioca)

Esse prato ganhou fama nas demais capitais brasileiras, depois da descoberta do valor nutricional muito consumida em dietas de baixa caloria. Salgada e doce, a receita mais tradicional da Bahia é a recheada com coco e queijo coalho.

Vatapá

Camarão, cebola, alho, gengibre, amendoim, castanha, azeite de dendê e leite de coco são s ingredientes utilizados no preparo do Vatapá, que atinge um ponto cremoso e de cor amarela. É normalmente servido como recheio dos acarajés e abarás.

Ximxim de Galinha

Assim como a maioria dos pratos baianos, o ximxim de galinha também leva azeite de dendê, além de uma diversidade de ingredientes como o camarão seco, a castanha de caju, o amendoim, o gengibre e a galinha refogada.

Na Bahia, você encontrará muitos outros pratos típicos deliciosos. Conta pra gente qual a sua receita baiana favorita.

Seguro Viagem Nacional – Em suas viagens pelo Brasil, de ônibus, avião ou navio, inclua o Seguro Viagem Allianz, com atendimento 24h por telefone. Clique aqui e faça uma cotação.

 

Fonte: Pequeno Guia afetivo da comida de rua de salvador

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS