Econômica, curiosa e exótica, conheça um pouco da Sérvia

Já imaginou conhecer uma país totalmente diferente e exótico, com culturas e costumes cheios de história? Econômica, curiosa e exótica, a dica do Para Onde For é programar uma viagem para a Sérvia. Para nos ajudar com informações do destino contamos com a ajuda da cidadã, a bela e gentil Bojana Milovanovic, estudante, de 24 anos, que nasceu no país e vive em Belgrado.

Ela vai nos indicar os principais pontos turísticos do País. Os locais apresentados neste post ficam em Belgrado e Novi Sad. “As principais cidades turísticas da Sérvia são Belgrado e Novi Sad. Mas há também Vranje, que esteve sob o império otomano por mais tempo”, explica Bojana, iniciando nossa conversa.

Seguro Viagem – Utilize o cupom PARAONDEFOR35 e ganhe desconto de 35% no Seguro Viagem Allianz. Válido só até 3/09/2018. Clique aqui!

Bojana em uma das paisagens mais belas da Sérvia, no Desfiladeiro Uvac (foto: arquivo pessoal)

Entre os pontos turísticos que ela indica para quem viaja ao País são:

1. Skadarlija qurter – Indicado para conhecer no verão, entre os meses de junho e agosto, quando o local fica ainda mais belo. É uma região famosa, como uma parte boêmia de Belgrado. No local, atores belga mais reconhecidos, artistas, poetas e pintores se reunem e passam o dia e a noite nos muitos restaurantes do bairro.

2. Kalemegdan – localizado na confluência de dois rios, Sava e Danúbio, é o maior parque de Belgrado. A famosa fortaleza de Belgrado está localizada ali, na época de confrontos tinha uma ótima localização estratégica, já que Belgrado estava sob ataque de seus inimigos por toda a história Sérvia.

3. Gardos – Com vista para o rio Danúbio e arquitetura austro-húngara, é a mais famosa torre de Gardos.

4. A Igreja de São Sava – A maior igreja ortodoxa da Península Balcânica e uma das 10 maiores  igrejas do mundo. Foi batizada em homenagem a São Sava, fundador da Igreja. Fica em Belgrado.

5. Novi Sad – é uma cidade com arquitetura austro-húngara de edifícios do século 18 e 19, com fortaleza medieval Petrovaradin. O famoso festival de música EXIT acontece aqui, que foi votado como o melhor Festival Europeu de 2017.

6. Desfiladeiro Djerdap – O desfiladeiro mais longo e maior da Europa, onde o Danúbio flutua e muda de largura e de débito. Há uma fortaleza monumental Golubac neste desfiladeiro também.

7. Site nacional Uvac – A Reserva Natural Especial Uvac está localizada no município de Nova Varos e Sjenica e ocupa o território de 7543 hectares. O Lavo Uvac e o Cânion oferecem paisagens encantadoras.

8. Desfiladeiro de Drina – É uma área natural onde está o Rio Drina, que faz fronteira com a Bósnia e Herzegovina e a Sérvia. O Drina passa pelas cidades de de Bajina Bašta, Mali Zvornik e Loznica, na Sérvia.

9. Knez Mihajlova Street – A mais importante rua de Belgrado. Cheia de prédios antigos e com vibração especial. Artistas de rua estão espalhados por todos os cantos para você ouvir diferentes gêneros enquanto caminha pela rua.

10. Mosteiros:

Mileseva – www.mileseva.com/

Studenica – www.manastirstudenica.rs

Manasija – manasija.rs/

11. Montanhas:

Bojana, durante caminhada até o pico Samar, o pico mais alto das montanhas Gledic (foto: arquivo pessoal)

Kopaonik – É uma cordilheira da Sérvia localizada na parte central do país. A montanha Kopaonik fica exuberante no inverno, quando o pico fica coberto de neve, parecendo uma paraíso nevado. Em contrapartida o local também é conhecida como Montanha do Sol, graças aos 200 dias de sol por ano.

Zlatibor – Essa região é maravilhosa para quem busca contato com a natureza. São montanhas suaves que contemplam tradições e hospitalidade aos turistas.

Stara planina – É a mais antiga das montanhas da Sérvia. Lá é possível praticar esportes de aventura e atividades alpinas. Está localizada na parte mais ocidental; uma fronteira natural entre a Sérvia e a Bulgária.

Montanha Goc – Uma pequena montanha na região central da Sérvia.

Montanha Goc (foto: arquivo pessoal)

Desfiladeiro Uvac – um dos mais belos canyons do rio na Sérvia, que é uma das poucas reservas naturais da Sérvia, e lar do grifo, um dos dois únicos abutres que habitam Sérvia.

Destino Econômico

Quando falamos que a Sérvia é uma opção de destino econômico isso se deve a desvalorização da sua moeda. Se comparado com outros destinos europeus, na Sérvia os custos com alimentação, passeios e hospedagem são mais vantajosos e as experiências serão tão interessantes quanto se possa imaginar.

“ A Sérvia é um dos países europeus mais baratos, então você não gastará tanto dinheiro quanto gastaria na Espanha ou em outros países da Europa Ocidental”, considera Bojana.

“A hospitalidade é o Charme Especial” – Outro destaque do país é a hospitalidade dos moradores locais.

“Os sérvios são bem conhecidos por sua hospitalidade e seu grande coração, uma virtude que permanece com eles no mais difícil dos tempos, e essa é a primeira coisa que os turistas notam quando vêm para cá”, destaca Bojana.

Gastronomia Sérvia

Os pratos típicos da Sérvia levam em sua maioria carne vermelha, também acompanhados de vegetais. Em sua viagem não deixe de experimentar os seguintes pratos:

Cevapi – Carne picada grelhada.

Musaka – Carne picada com anéis de batata e legumes.

Pasulj – Feijão cozido com legumes e bacon cozido.

Sarma – Carne picada contendo sarma, repolho azedo e vegetais.

 Delicie-se na Sérvia, faça o Seguro Viagem Allianz e proteja seus momentos. Clique aqui e faça seu Seguro Viagem com desconto.

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS