Mais de 900 brasileiros foram barrados nos aeroportos europeus no primeiro trimestre de 2017. Confira algumas dicas para não correr o risco de ser mandado de volta 😉

No primeiro trimestre desse ano, 923 cidadãos brasileiros foram barrados nos aeroportos da Europa e obrigados a voltar para o Brasil. Segundo o relatório da Agência de Fronteiras da Europa (Frontex), o número aumentou 9,5% em comparação ao mesmo período de 2016, quando barrou 843 brasileiros.

Atualmente, o Brasil é o país sem fronteira direta com a Europa que apresenta o maior número de pessoas barradas, a frente da China e de todos os demais países Latino Americano.

Segundo especialistas, o alto número faz relação com o aumento do fluxo de brasileiros na Europa devido à crise econômica e o desemprego no País.

A maioria das recusas de turistas brasileiros foi causada por passaporte falso ou dificuldade para comprovar viagem de turismo e lazer.

Se você também está com viagem programada, confira algumas dicas para não ser mandado de volta:

  1. Contrate um Seguro Viagem

– Lição número 1 para qualquer turista. A contratação de um Seguro Viagem com cobertura mínima de 30 mil euros é obrigatória para entrar na maioria dos países Europeus. Essa exigência está relacionada ao Tratado de Schengen, uma convenção a livre circulação entre as fronteiras do continente europeu.

Os países pertencentes ao Tratado de Schengen são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça.

O Seguro viagem também é forma de comprovar o tempo de sua estadia no destino, já que na apólice aparecem os dias contratados para a cobertura.

Faça aqui uma cotação do Seguro Viagem Europa

>> Aproveite desconto de 30% Off no Seguro Viagem, exclusivo para leitores do Blog . Use o cupom PARAONDEFOR:

PARAONDEFOR

  1. Leve todos os documentos que comprovem o motivo da viagem

– Para turistas que estão entrando na Europa para participar de congressos, seminários, reuniões de negócios, entre outros motivos de estudo ou trabalho, devem levar carta-convite da instituição que está organizando o evento, comprovante de inscrição ou outro documento que comprove a veracidade e validade de sua permanência.

  1. Mostre o comprovante de todas as passagens da viagem

– É importante comprovar todas as passagens da sua viagem, incluindo as de retorno, com permanência máxima de 90 dias.

  1. Comprove sua independência financeira durante a viagem

– Informe-se, de acordo com o país de destino, sobre qual é o valor mínimo indicado para o comprovante de meios financeiros. O valor é diferente para cada país europeu. Segundo a Comissão Europeia de Turismo, é de aproximadamente 60 euros diários por pessoa e 600 euros por qualquer período. A comprovação pode ser em dinheiro, cheques de viagem, cartões de créditos aceitos internacionalmente. É um meio de confirmar que você tem condições de se manter no destino durante o período de sua estadia.

  1. Mantenha o passaporte em dia

– Para entrar nos países europeus é necessário passaporte com validade superior a seis meses, contados a partir do primeiro dia da sua viagem.

  1. Comprove sua hospedagem

    – Outra forma de se precaver e comprovar o período de sua viagem é mostrar o comprovante de hospedagem paga. Caso você fique em residência de amigos ou parentes, é importante portar a carta-convite dos anfitriões que irão te receber. Há um formulário próprio para preenchimento, de acordo com cada país.

  1. Comprove sua residência no Brasil

 – Alguns documentos podem ajudar a comprar sua estadia temporária no destino, entre eles você pode pedir uma carta da empresa onde trabalha indicando o seu período de férias. Carteira de trabalho, cartões de crédito e imposto de renda são algumas maneiras de certificar que deseja entrar no destino apenas para passeio.

  1. Viaje sempre informado e mostre evidências de onde obteve as informações      

 Em caso de dúvida, é importante consultar as Embaixadas ou os Consulados de cada País, antes de viajar.

  1. Certifique-se de que o Seguro Viagem oferece assistência em todo o continente Europeu

    – Cada país europeu possui regras particulares. Em casos de viagens para mais de um destino europeu, é importante certificar-se que o Seguro Viagem contratado oferece cobertura em todos os destinos do seu roteiro e está de acordo com as exigências de todos os países.

O Para Onde For conferiu os planos oferecidos pela Allianz Assistance e Mondial Travel, e pôde comprovar que a apólice oferece atendimento em todo o continente e está regularizado para atender seus clientes em qualquer lugar, além de estar de acordo com as exigências do Tratado de Schengen, mesmo que em sua apólice apareça apenas um país de destino. Essas informações estão disponíveis nas condições gerais do Plano.

  1. Evite prejuízos em casos de deportação

    – Com todos os documentos em dia, ainda sim é possível o turista ser deportado. Neste caso, corre-se um grande risco de prejuízo financeiro, já que as companhias aéreas, hotéis e agências de turismo não são obrigadas a reembolsar os custos em caso de deportação. Para evitar prejuízos como esse, é muito importante optar por um Seguro Viagem que ofereça o Cancelamento por Diversas Causas e inclua em sua cobertura a não admissão no país de destino.

A Mondial Travel e a Allianz Global Assistance são exemplos de empresas que oferecem Seguro Viagem com essa cobertura adicional, com garantia de reembolso de até 80% (limitados ao valor da cobertura adquirida) das despesas geradas por multas de passagens e/ou pacotes turísticos cancelados e não reembolsados por cias aéreas e operadoras de turismo.

Aproveite descontos no Seguro Viagem. Pegue um cupom exclusivo para leitores do Blog e viaje com mais segurança – clique aqui!

 

 

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS