Aurora Boreal, esportes de inverno ou apenas aproveitar o inverno rigoroso do Hemisfério Norte? Escolha seu destino

América do Norte, Central, Europa, Ásia e boa parte da África se preparam para a chegada do frio. As baixas temperaturas do Inverno no hemisfério norte começa em dezembro e segue até março. Durante esses meses alguns destinos se tornam propícios para esquiar ou sair à caça da maravilhosa aurora boreal. Veja a seguir os destinos mais procurados para aproveitar o inverno durante uma viagem.

Aurora Boreal

Céu escuro, limpo e temperatura bem baixa. Essas são as características ideais para você ir em busca das luzes coloridas que pintam as noites de alguns destinos. Confira o lugares mais indicados para encontrar Aurora Boreal, no inverno do hemisfério norte.

Groenlândia – Um destino difícil para a maioria dos turistas, mas muito apreciado por aventureiros é a Groelândia, uma nação do reino da Dinamarca. A aurora boreal pode ser encontrada mais ao sul ou leste do destino.

Finlândia – Kilpisjarvi é uma aldeia no município de Enontekiö, Lapland, ao norte da Finlândia. É o ponto mais alto da rede rodoviária finlandesa e, por isso, bem localizado para apreciar a aurora boreal.

Além da aurora boreal, o país tem um destino muito indicado para aproveitar o inverno: Rovaniemi, no norte da Finlândia. O local é onde fica a cidade do famoso bom velhinho do Natal. Lá crianças e adultos podem viver o mundo do Papai Noel e aproveitar várias atividades.

Leia mais: Finlândia – Turismo na terra do Papai Noel

Rússia – Para conferir a Aurora Boreal na Rússia procure os vilarejos com pouca luz. Algumas opções são: Khatanga, Vorkuta, Arkhangelsk, Khibiny, Murmansk. Esses lugares são mais baratos e o inverno não castiga tanto quanto em outros lugares.

Noruega – A região norte da Noruega pode ser um dos melhores locais para apreciar o show de luzes do espaço. Turistas são muito bem vindos com opções de hospedagem e atividades turísticas. Empresas locais especializadas na busca pela aurora boreal oferecem passeios com maior conforto.

Suécia – A Polônia Sueca é um dos locais abençoados para conferir o teatro de luzes que a natureza mesmo cria. Longe de qualquer luz artificial, o palco perfeito para este espetáculo fica a 900 metros sobre o nível do mar.

Islândia – O céu da Islândia também é contemplado por luzes de diferentes cores e ângulos. Noites frias e sem nuvens são as mais indicadas para conferir a aurora boreal. Mas é preciso paciência para avistar a aurora boreal, afinal a natureza ninguém controla. A Islândia é um destino que também oferece outros espetáculos naturais, como os famosos vulcões.

Alasca – O melhor destino, segundo os caçadores de aurora boreal, é o Alasca, maior estado dos Estados Unidos. A localidade perfeita para apreciar as luzes é o Fairbanks, cidade a 65 graus de latitude Norte. O destino oferece beleza natural, segurança e boa estrutura para o turismo.

Leia também: O Alaska, por Marco Broto

Esportes de inverno

Whistler – Canadá

No Canadá existe um lugar muito charmoso para aproveitar o inverno, é o vilarejo Whistler, a 120 quilômetros de Vancouver. Foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno em 2010 e é indicado para quem gosta de praticar esportes radicais na neve.

As montanhas Whistler Mountain e Blackcomb fazem parte da maior estação de esqui da América do Norte, com as descidas mais radicais.

Entre as atividades disponíveis para fazer em Whistlers estão:  se divertir no Coca –Cola Tube Park, praticar snowmobile, patinação no gelo, andar em trenós puxados por cães, charretes de neve, bobsled, tirolesa, heli-skiing ou então saltar no incrível bungee jump.

Nova York – Estados Unidos

Nova York é mais um destino atraente no inverno. Prepare as jaquetas mais quentes, pois as baixas temperaturas chegam a -4oC, entre os meses de dezembro e fevereiro. Mesmo com o frio rigoroso há várias atividades para os turistas, incluindo opções em lugares fechados.

Para quem gosta de esquiar existem duas pistas tradicionais: a pista do Rockefeller Center ou as pistas do Central Park. As duas são pagas e você pode alugar os patins. Para quem prefere só observar, também é um passatempo agradável, principalmente acompanhado de um café.

Outra pista de patinação no gelo muito famosa e gratuita é a que fica no Bryant Park, o acesso é gratuito e apenas o aluguel do patins é cobrado.

Aproveite a época também para conferir as atrações natalinas, tradicionais de Nova York. Programe-se para ver o musical Christmas Spectacular, de 9 de novembro de 2018 a 1º de janeiro de 2019, com três apresentações diárias.

Cortina d’Ampezzo – Itália

Na Europa, muitos destinos ficam encantadores durante o inverno, é o caso da cidade Cortina d’Ampezzo, ao norte da região de Vêneto, na Itália. As temperaturas chegam a menos zero, mas é no inverno a alta temporada da região.

É em Cortina d’Ampezzo que estão as melhores pistas de esqui da Itália, ideal para os esportes de inverno, tanto que foi palco dos Jogos Olímpicos de Inverno em 1956.

Além das pistas de esqui, há um belo centro histórico, com destaque para o museu a céu aberto do Grande Guerra, com trilhas que contam a história dos tempos de guerra entre exército italiano e o Império Austro-Húngaro.

Estância de Val Thorens – França

A Estância de Val Thorens é a mais alta da França. Um bom destino para curtir o inverno, no hemisfério norte. Em novembro já é possível encontrar neve e praticar esqui. A estância foi considerada a melhor estação de esqui do mundo por três vezes consecutivas (2014, 2015 e 2016), segundo a World Ski Awards. Programe-se!

Leia também: O calor da lua de mel no friozinho da França

Escolha o seu destino de inverno e inclua o Seguro Viagem Allianz.  Clique aqui e faça uma cotação.

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS