RESUMO DA VIAGEM
Melhor época para viajar: A Tailândia é grande e vai depender do local. Nessa experiência, abril foi uma boa escolha. Os mais indicados são Janeiro e fevereiro.
Hospedagem em Bangkok: Rambuttri Village Inn.
Hospedagem no Vietnã: EdenStar Saigon
Período da viagem: 15 dias entre Tailândia e Vietnã
Companhia Aérea: Lufthansa
Quanto custa viajar para Tailãndia e Vietnã? O custo de 15 dias com passagens + hospedagens + comida + passeios, para 1 pessoa, foi de R$ 10 mil, em abril de 2019.

Férias: Tailândia e Vietnã em 15 dias

Confira a viagem do Claudio e programe-se para conhecer a Tailândia e o Vietnã

Com o objetivo de viajar o mundo, Claudio Araujo, analista de treinamento, aproveitou suas férias para somar mais dois destinos em sua lista. Esse ano ele viajou sozinho para Tailândia e Vietnã, durante 16 dias.

Na lista de destinos visitados Claudio já conta 12 países: Itália, Uruguai, Irlanda, Chile, Inglaterra, França, Holanda, Grécia, Egito, Vaticano, e os recém visitados Tailândia e Vietnã.

Se você também quer programar uma viagem para a Tailândia e/ou Vietnã, não tenha receio. Segundo Claudio, foram as melhores opções de destinos que ele poderia ter feito. “Perca o medo e vá. Faça um bom planejamento, pesquise bastante, junte dinheiro e vá. É um destino ótimo para viajantes sozinhos, mulheres e famílias com crianças”, assegura Claudio.

Planejamento – O planejamento antecipado é uma das principais dicas quando o assunto é viajar para lugares mais distantes. Isso porquê as passagens são sempre muito caras, mas comprando com antecedência você consegue economizar bastante.

“Eu comprei a passagem para a Tailândia com 10 meses de antecedência. Assim, paguei bem mais barato do que o esperado. Para o Vietnã, como eu partiria da Tailândia, eu comprei algumas semanas antes de embarcar”, conta Claudio.

Companhia aérea – Companhia aérea escolhida foi a Lufthansa, a qual Claudio garante um bom atendimento e conforto.

“Eu viajei pela Lufthansa. Atendimento excelente. Apesar de voar de classe econômica, fiquei bem satisfeito com o espaço de cada poltrona. Tenho 1,20 só de pernas e isso costuma me causar problemas em outras companhias. Entretanto, na Lufthansa eu viajei confortavelmente. Como sou vegetariano, junto com o voo eu reservei alimentações especiais. Assim, não tive qualquer problema com isso”, comenta e indica Claudio.

Hospedagem na Tailândia
– Na Tailândia, Claudio optou por um hotel 3 estrelas, o que foi suficiente para garantir conforto depois de longos passeios. O hotel que ele indica é o Rambuttri Village Inn, na capital.

“Em Bangkok eu me hospedei em um 3 estrelas, no coração da cidade. Não poderia ter ficado em lugar melhor, pois é próximo de todo tipo de conveniência (bares, lojas, casas de câmbio, massagens, etc). Para quem tiver interesse, chama-se “Rambuttri Village Inn”. Este possui café da manhã intercontinental. Restaurante para demais refeições e piscina. Depois de passar o dia todo andando no calor, não tem coisa melhor do que chegar no hotel e ir para piscina”, destaca Claudio.

Hospedagem no Vietnã – No Vietnã o local escolhido para passar 7 dias foi hotel EdenStar Saigon.

“Só o fato de ter piscina já ajudou muito. O Hotel também disponibiliza alimentação, porém a cozinha estava disponível apenas para servir o café da manhã, que já está incluso nas diárias”, recomenda Claudio.

Principais Pontos Turísticos Visitados na Tailândia (Bangkok)

1. Rua em que foi gravado “Se Beber não Case”


Distância do hotel: 200 metros

“Na rua do filme “Se Beber não Case” eu participei do Ano Novo Tailandês, onde as pessoas vão as ruas com armas de agua e começa a festa. Mesmo sem conhecer ninguém e ninguém entender o que eu dizia, foi o momento mais divertido de toda a viagem”, comenta.

2. Passeios por Bangkok

“Caminhei bastante pelas ruas para conhecer um pouco sobre a realidade e dia a dia local. Tudo é relativamente perto”, indica.

3. Grand palace e demais templos
– O Grande Palácio Real é uma das principais construções. Ele reúne um conjunto de edifícios em Bangkok que já serviu como residência oficial do rei e hoje é aberto ao público. O destino oferece outros templos como importantes pontos turísticos, um deles é o Templo Esmeralda.

4. Passeio nas ilhas de Krabi – Segundo principal atrativo da Tailândia, depois da sua capital Bangkok. Passeio obrigatório no destino. As águas cristalinas de Phi Phi são incríveis.

5. Santuário de Elefantes – “Visitei também um santuário de Elefantes que foi uma faz melhores experiências da vida e na minha opinião, todo mundo tinha que experimentar isso pelo menos uma vez. Elefantes são animais incríveis e a pensar o tanto que esses animais de santuários já sofreram, torna a visita ainda mais prazerosa, por pelo menos algumas horas, dar amor à eles”, detalha, Claudio.

Principais Pontos Turísticos Visitados no Vietnã

1. Cidade Ho chi Minh e o Museu de Guerra – “Fui conhecer o “Cu Chi Tunnels”, que foi um dos cenários mais importantes da guerra do Vietna. Esta experiência foi sem dúvida uma das mais marcantes que já vivenciei. Poder visitar e sentir um pouco de tudo o que a guerra representou e causou para aquele povo foi realmente inesquecível”, indica.

2. Da Nang e a Golden Bridge – Ponte dourada erguida por duas mãos gigantes que fica em uma espécie de parque chamado Sun World. “Quando sai do Brasil eu estava decidido a conhecer esta ponte e fui para esta cidade somente para isso. Além disso, Da Nang ainda está desenvolvendo o turismo. A experiência direta com os vietnamitas foi fantástica. Além disso, tem a Dragon Bridge, uma ponte com um dragão de ponta a ponta.

Comida Tailandesa – “Na Tailândia eu experimentei o “Pad Thai” que nada mais é do que macarrão com outros acompanhamentos. No hotel onde eu estava hospedado eu encontrei uma versão com ovos no café da manhã que eu realmente gostei. Enquanto fiquei hospedado lá, esse era meu único café da manhã”, comenta.

Comida vietnamita – Claudio destaca a presença de carne em praticamente todos os pratos, um ponto negativo para os vegetarianos. “No Vietnã eu sofri um pouco, pois tudo tem algum tipo de carne e muitos dos cardápios não tinham versão em inglês e/ou o garçom não falava inglês. Então, eu pedia qualquer coisa do menu, sem fazer ideia do que era e como sempre vinha carne. Como sou vegetariano eu ia pescando pedaço por pedação até ficar somente o que eu queria comer. A experiência foi divertida, pedir qualquer coisa às cegas e tentar adivinhar o que viria”, brinca Claudio.

Curiosidades dos Destinos

1. Diferenças culturais – Claudio destaca que a diferença cultural lhe chamou bastante a atenção de forma positiva.

“Na Tailândia eu fiquei surpreso pela forma que o Rei é reverenciado. Chega a ser crime falar mal dele. No Vietnã foi um choque total de cultura. Então, basicamente tudo me surpreendeu. Curti cada minuto deste lugar”, conta ele.

2. Dificuldade com o idioma – “Na Tailândia eu não tive problemas com o idioma. Mesmo em algumas lojas, o vendedor dava um jeito de se comunicar e vender.
Todavia, no Vietnã foi bem mais difícil, pois eu visitei muitos lugares afastados. Muitas vezes tive que traduzir no Google e mostrar a tradução na língua local para tentar conseguir algo, como comida e informação”, surpreende-se.

Cuidado Necessário

Seguro Viagem – Viajar para destinos nunca antes visitados requer alguns cuidados. Além do planejamento antecipado, fazer um bom Seguro Viagem é essencial. Claudio optou pelo seguro viagem Allianz Travel.

“Logo que comprei a passagem eu já comprei o seguro viagem Allianz Travel. Felizmente eu não precisei utilizar, mas se necessitasse, com certeza ligaria na Central 24hs. Viagens importantes como essas, não podemos correr o risco de ficarmos doentes e estragarmos tudo devido a falta do seguro”, ensina Claudio.

Custo da Viagem: “Contando tudo que gastei em reais, foram 10 mil. Não sou muito o estilo mochileiro. Comia em bons restaurantes e pagava tours com guias. Ainda assim, do valor já convertido, me sobraram 500 dólares. Para quem é e curte ser mochileiro, tem como reduzir e muito este valor, pois na Ásia o dinheiro realmente rende”, indica ele.

 

Suas viagens internacionais devem estar sempre protegidas. O Seguro Viagem Allianz pode te ajudar a cuidar dos seus melhores momentos. Faça uma cotação, clique aqui.

Avatar

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS

[contact-form-7 id="50" title="Newsletter"]