Vai viajar com amigos ou em família? Confira dicas para garantir uma boa experiência para todos

Gosta de viajar em grupo de amigos ou em família? Não há dúvidas de que viajar é uma das atividades prazerosas. A possibilidade de conhecer novos locais, aprender culturas diferentes e relaxar explica o sucesso desta opção de lazer entre as pessoas.

Ainda que a maioria das viagens seja nacional, um número cada vez maior de brasileiros tem realizado viagens à outros países, nos últimos anos – seja a negócios, turismo ou intercâmbio estudantil.

Em 2017, por exemplo, 1,2 milhão de pessoas embarcaram do Brasil para destinos no exterior, de acordo com a Associação Brasileira das Operadores de Turismo (Braztoa). É um aumento de 26% em relação a 2016, interrompendo dois anos de queda nesse índice.

Ainda que o “mochilão” e as viagens individuais sejam prazerosas, embarcar em grupo também pode significar vantagens e benefícios para os participantes. Confira algumas dicas para que essa experiência fique ainda melhor:

  1. Antes de viajar, planeje um roteiro coletivo

A preparação tem que começar antes mesmo do embarque. Uma viagem em grupo consiste, evidentemente, de diferentes pessoas e interesses. Alguns querem relaxar, outros querem se divertir, e o conflito é inevitável se não houver planejamento.

O ideal é montar um roteiro que agrade todos. Vale a pena mesclar dias que valorizam os passeios e as diversões e dias para quem prefere relaxar e outras atividades.

Essa medida não só reduz possíveis conflitos, como proporciona uma maior interação entre as pessoas. Afinal, ao participar de atividades que não estavam nos planos, você passa a conhecer mais os seus colegas de viagem.

  1. É preciso pensar no orçamento da viagem

Não é apenas a agenda e o roteiro que podem causar confusão em uma viagem coletiva. Os gastos relacionados ao passeio também são motivos de discórdia e chegam a causar desentendimento.

Esse assunto também precisa ser discutido, debatido e definido antes mesmo do embarque. É necessário ter em mente quais serão as despesas conjuntas e quais podem ser gastas de forma individual entre os turistas.

Uma alternativa é criar uma espécie de fundo ou vaquinha, onde cada integrante deposita uma quantidade de dinheiro e que servirá para pagar as contas. O ideal, porém, é definir algo que seja aceito por todos e não crie discussões constrangedoras durante ou após a viagem.

  1. Respeite sempre os horários

Quando estamos de férias é comum relaxarmos com o horário, normalmente realizamos atividades sem pressa e sem ficar preso ao relógio. Mas quando se viaja em um grupo, é necessário respeitar este compromisso.

Se no roteiro aprovado por todos está escrito que o horário de saída para um passeio é em uma determinada hora, todos devem estar presente no horário e local combinados. Isso evita conflitos e garante que todos aproveitem ao máximo a experiência.

Porém, isso não quer dizer que vocês precisam cumprir a mesma rotina durante a viagem e seguir os mesmos horários. Um pouco de individualidade em alguns pontos, como jantares e eventos noturnos, também é importante.

  1. Pesquise bastante os costumes e hábitos do país

Viajar em um grupo implica dizer que a maioria dos passeios será feito por mais de três pessoas. Ou seja, haverá mais conversas, risadas, brincadeiras e até discussões durante a visita a um museu, por exemplo, ou no transporte público.

Contudo, essas situações que parecem corriqueiras para os brasileiros podem ser consideradas desrespeitosas pela população local. Logo, é necessário conhecer os costumes da nação que estiver visitando.

Informe-se antes e, sobretudo, durante a sua viagem. Converse com as pessoas que conhecer por lá, analise como os cidadãos se comportam em determinados espaços públicos e, claro, respeite os hábitos dessa sociedade.

  1. É importante que pelo menos um fale o idioma local

Para garantir que a experiência seja a melhor possível em uma viagem coletiva internacional, é essencial que, pelo menos, um dos integrantes conheça o idioma local para facilitar a comunicação do grupo.

Não é preciso ser fluente na língua, mas compreender algumas frases e situações ajuda o turista a não cair em armadilhas ou problemas, como as questões alfandegárias e atividades que requerem assinaturas de termos de compromisso.

Quanto mais pessoas falarem e dominarem o idioma, melhor para o grupo. Entretanto, antes de comprarem as passagens para um determinado local, verifiquem essa condição para não correrem riscos desnecessários.

  1. Ache um meio-termo e conte com ajuda especializada

Viajar em grupo pode ser tão bom e proveitoso quanto um “mochilão” individual. É muito proveitoso contar com a companhia de um grupo de amigos ao mesmo tempo em que aprende nova cultura e conhece novas pessoas.

Para isso, basta encontrar um meio-termo entre seus desejos e as vontades dos outros participantes para organizar um plano que seja do agrado de todos – e que respeite a individualidade de cada um.

Por fim, conte com a ajuda de empresas especializadas, como agência de viagem, empresa de tradução e instituição financeira para a compra de moeda local. Com o know-how dessas companhias, você pode aproveitar aquilo que importa: a viagem dos seus sonhos.

  1. Viaje com segurança, contrate o Seguro Viagem Allianz

Não se esqueça da importância de viajar protegido por um Seguro Viagem. Antes de embarcar contrate o seu Seguro e dos seus amigos / família. Aqui no Blog você conta com desconto especial de 30%OFF no Seguro Viagem Allianz, tanto para viagens nacionais quando para internacionais. Utilize o cupom PARAONDEFOR e ganhe na hora seu desconto.

Pegue seu desconto aqui!

Leia também:

Viagem em família: 3 destinos para divertir os adultos e envolver as crianças

3 destinos para curtir o fim de semana em família

5 Dicas para viajar à Disney em família

 

 

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS