Místicos, misteriosos e curiosos. Alguns destinos comuns escondem lendas incomuns, veja alguns deles

Que tal programar uma viagem mais misteriosa para as próximas férias? Não tem idade para descobrir histórias e aprender mais sobre um destino. A seguir, listamos três opções de destinos comuns, mas com lendas incomuns para você enriquecer suas experiências de viagens pelo mundo.

França e a Floresta encantada

Floresta Paimpont, França

Localizada na Bretanha Francesa, a 300 km de Paris, está a floresta de Paimpont, também conhecida como a Broceiliande, a Floresta de Merlim e das histórias de Rei Arthur.

Quem já leu o famoso livro Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda vão reconhecer o local, já que segundo a lenda era a floresta preferida pelos cavaleiros.

Por ali se esconde uma história interessante e mística do Mago Merlim, onde está o túmulo com seus restos mortais. O ponto é sinalizado com uma grande pedra e onde até hoje muitas pessoas fazem suas devoções.

Mas tudo isso aconteceu graças ao romance entre Merlin e a feiticeira Viviane. Motivo principal de sua morte na floresta, que foi ocasionada pela feiticeira, quando o prendeu em um círculo mágico, depois de descobrir que ele já não estava mais apaixonado por ela.

Durante a noite é possível ouvir ruídos nas árvores, que para uns não passam do simples barulho dos ventos e para outros é a voz de Merlim, o mago solitário que paira na floresta em busca de sabedoria e entendimento.

Outra história lendária da floresta está no “Vale sem retorno”, reza a lenda que o local não pode ser acessado por homens infiéis, pois a fada Morgana, meia irmã de Rei Artur, empurra os infiéis para o fundo de um precipício. É uma forma de vingança da fada por ter sido traída por seus amores.

E então, vai arriscar conhecer esse local cheio de mistérios?

Romênia, Transilvânia e arredores

Castelo Bran, casa do famoso Conde Drácula

Para quem gosta de lendas mais terroristas e assustadoras, o destino ideal é a Transilvânia, na Romênia. Conhecida popularmente como a terra dos vampiros, o destino conta com atrações que fazem você entrar no clima e até começar a desconfiar que os dentuços existam.

Transilvânia é o destino do mais famoso vampiro de todos os tempos: o Conde Drácula. Entre os pontos turísticos para desvendar os mistérios dos sangue sugas está o Castelo de Bran, o castelo de Drácula e a cidade medieval de Sighisoara, onde o Drácula nasceu.

Vale a pena também se programar para visitar a cidade de Hunedoara, onde está o Castelo Hunyad. Segundo a lenda o Conde Drácula foi mantido prisioneiro nesse castelo por cerca de 7 anos. Além da história, a arquitetura gótica chama a atenção dos turistas.

Outras cidades da Romênia também escondem histórias e lendas interessantes, todas um tanto terroristas. Exemplo disso é a lenda do fantasma matador de russos, da cidade de Ocna Mures. O ponto é a mansão Teleki, onde aconteceu um fato muito intrigante durante a Segunda Guerra Mundial, quando alguns soldados do exército entraram no local para beber vinho no porão. Depois de uns goles a mais eles começaram a disparar suas armas até estourar os barris e morrerem afogados no vinho.

A vizinhança local acredita que todas as mortes daquele dia foi ocasionada pelo fantasma que já habitava o castelo. A fama dele se espalhou assombrando as redondezas.

Que tal planejar um roteiro de terror pela Romênia? Tem coragem?

Chile e os mistérios da Ilha de Páscoa

Ilha de Páscoa e seus misteriosos Moais

Você já parou para pensar em como esculturas gigantescas podem chegar num local de difícil acesso? Esse é o principal mistério que estudiosos de todas as partes do mundo ainda tentam desvendar sobre a Ilha de Páscoa, a mais distante parte de terra do continente sul americano, considerado o “umbigo do mundo”.

O local foi descoberto em 1772, pelo holandês Jacob Roggeven, exatamente em um domingo de Páscoa, razão de seu nome.

A ilha possui apenas 18 km2 de terras. Apesar de pequena, lá estão centenas de enormes esculturas com formato humano, denominadas Moais. Os rostos das esculturas parecem olhar para o horizonte. Algumas chegam a pesar 400 toneladas e os tamanhos variam de 5 a 21 metros. Mas ninguém sabe ao certo quem as esculpiu, quem as transportou até ali? Isso pode ser uma proteção para a ilha?

Por ali também existe a lenda do Homem-Pássaro. Alguns desenhos pintados em rochas se assemelham com corpo humano e cabeça de pássaro. Isso faz total sentido com algumas práticas realizadas há tempos atrás pelas tribos que ali viviam.  Em seus rituais, os melhores guerreiros de cada tribo pulavam de um penhasco para o mar e nadavam em busca dos ovos de um pássaro migratório que colocava seus ovos em ilhas próximas daquela região. O homem que conseguisse pegar o ovo e retornar mais rápido até a ilha era declarado o homem-pássaro e a sua tribo podia governar a ilha por um ano.

Além desses destaques que mencionamos aqui, outras curiosidades rodeiam a ilha, como hieróglifos jamais decifrados, altar de moais, cratera com várias estatuas esculpidas e outras não terminadas e até restos de um porto, de onde partiam e chegavam canoas e barcos.

Que tal conhecer o local, desvendar seus segredos e tirar suas próprias conclusões? Depois vem aqui no blog Para Onde For contar para gente.

Aproveite e tenha uma experiência incrível junto com o Seguro Viagem Allianz. Aproveite e pegue seu cupom PARAONDEFOR com 30%OFF no Seguro Viagem Allianz. 

PARAONDEFOR

Juliana Fernanda

Juliana Fernanda dos Santos Ferreira, jornalista pós-graduada em Comunicação Corporativa. Adoro novidades com conteúdo. Passear em família é a melhor programação, afinal todo lugar tem algo a se aproveitar e em boa companhia tudo fica ainda melhor.

COMENTÁRIOS